#O CADERNO DE Gerard Huet - L'Antic colonial

#O CADERNO DE Gerard Huet

24 Março, 2015 | Sem categoria
#O CADERNO DE Gerard Huet

Gerard Huet – Cardete & Huet – Toulouse (France)

Aeroporto Toulouse-Blagnac, Embaixada de França em Bogotá, Pavilhão da França na Expo de Saragoça, Instituto Oncológico Unievrsitário Toulouse-Oncopole…

1 – Quem é Gerard Huet?

Um arquiteto sempre curioso.

2 – Quando descobriu que queria ser arquiteto?

Desde a adolescência.

3 – Uma referência na arquitetura…

L. Kahn.

4 – Se não fosse arquiteto, ter-se-ia dedicado a…?

Prefiro não pensar nisso.

5 – Um defeito e uma virtude.

Simplicidade.

6 – Como é a sua casa?

Aberta.

7 – O domingo é um dia para…

Trabalhar.

8 – Um lugar para procurar inspiração.

A antecipação é o que inspira mais.

9 – Qual foi o último livro que leu?

Lydie Salvayre (Pas Pleurer).

10 – Daqui a 15 anos…

Em constante evolução.

11 – Quando pensa em arquitetura, o que lhe vem à cabeça?

Dominar a luz.

12 – Lápis ou computador?

Lápis, embora pensando melhor…

13 – Como definiria o seu trabalho? 

Paciente – racional – decidido.

14 – Um projeto que gostaria de fazer.

O futuro do espaço onde seja possível viver em harmonia?

15 – A sua opinião da arquitetura espanhola.

Magnífica e livre.

16 – Como manter um estilo próprio, satisfazendo as necessidades dos seus clientes?

Com paciência e razão.

17 – Em arquitetura, do que gosta mais e o que lhe custa mais?

Não há nada que goste mais, embora trate de fazê-lo sempre menos mal.

18 – A sua receita para o êxito.

Convencer.

19 – Que papel desempenham os produtos naturais nos seus projetos?

Não há nada natural. Tudo se transforma.

Would you like us
to inspire your space?

Contact us




I've read and accept the Terms and Conditions

Porcelanosa Group limited
Productos naturales

WE USE COOKIES TO IMPROVE OUR SITE AND YOUR USER EXPERIENCE. BY CONTINUING TO BROWSE OUR SITE YOU ACCEPT OUR COOKIE POLICY.