O CADERNO DE Héctor Ruiz Velázquez - L'Antic colonial

O CADERNO DE Héctor Ruiz Velázquez

22 Agosto, 2013 | Sem categoria
O CADERNO DE Héctor Ruiz Velázquez

Héctor Ruiz Velázquez – RuizVelázquez | Architecture and Design – Madrid/Dubai

1 – Quem é Héctor Ruiz Velázquez?

Arquiteto com mestrados nas universidades de Virgínia, Harvard e Columbia. Nascidoem Porto Ricoe radicado em Espanha desde 1992.

2 – Quando descobriu que queria ser arquiteto?

Desde sempre. A minha afinidade sensorial com o espaço manifestou-se cedo, já nos primeiros anos de escola.

3 – Uma referência na arquitetura…

Tudo o que nos rodeia: a natureza, a História e o próprio ser humano.

4 – Se não fosse arquiteto, ter-se-ia dedicado a…?

Teria sido seguramente piloto comercial. Estive na força aérea um ano.

5 – Um defeito e uma virtude.

Talvez a minha paixão pelo trabalho possa ser considerada como um defeito pelo meu círculo mais chegado. Uma virtude, a minha dedicação às coisas de que gosto.

6 – Como é a sua casa?

Habitável, branca, cómoda, funcional, emocional, para viver em família e com os amigos.

7 – O domingo é o dia para…

Partilhar com os meus filhos, a minha mulher e os meus amigos.

8 – Um lugar onde procure inspiração.

No ambiente que me rodeia, nas minhas viagens.

9 – Qual foi o último livro que leu?

“Por qué importa la arquitectura?” de Paul Goldberger.

10 – Daqui a 15 anos…

Saíde, trabalho e novos desafios pelo mundo.

11 – Quando pensa em arquitetura, o que lhe vem à cabeça?

A arquitetura é em si mesma uma forma de pensamento que se adapta a cada experiência de vida.

12 – Lápis ou computador?

Lápis, sem dúvida, para me exprimir através do traço, do gesto. Tenho uma amiga que recolhe os meus desenhos onde os encontra.

13 – Como definiria o seu trabalho?

Apaixonado, caótico e ao mesmo tempo sereno, adaptável mas rigoroso na minha forma de ver a arquitetura.

14 – Um projeto que gostaria de fazer.

A minha nova casa ou um aeroporto. Não é claro qual dos dois é o maior desafio para mim.

15 – A sua opinião da arquitetura espanhola.

Há profissionais muito bons.

16 – Como manter um estilo próprio, satisfazendo as necessidades dos seus clientes?

Muitas vezes, os meus clientes vêm ter comigo porque viram projetos meus anteriormente, interessando-lhes que desenvolva o meu estilo. Assim, ser eu próprio facilita.

17 – Em arquitetura, o que é que faz melhor e o que lhe custa mais?

O momento da criação, de compreender o espaço e moldá-lo é muito interessante. As obras por vezes complicam-se.

18 – A sua receita para o êxito.

Sê tu próprio.

19 – Que papel desempenham os produtos naturais nos seus projetos?

Um papel indispensável de ligação à minha linguagem arquitetónica.

20 – O seu produto-estrela da L’Antic Colonial é…

A pedra natural e a madeira, que foi o que escolhi para o último projeto que realizei para a marca.

Would you like us
to inspire your space?

Contact us




I've read and accept the Terms and Conditions

Porcelanosa Group limited
Productos naturales

WE USE COOKIES TO IMPROVE OUR SITE AND YOUR USER EXPERIENCE. BY CONTINUING TO BROWSE OUR SITE YOU ACCEPT OUR COOKIE POLICY.